Pesquisar
Close this search box.

Energia solar: quanto de economia significa?

Por em
Energia solar: quanto de economia significa?

A energia solar vem do calor do sol. É uma fonte de energia renovável, ou seja, não se esgota com o uso. Ela pode ser utilizada para gerar eletricidade, aquecimento de água e outros fins.

Nesse sentido, seja em casas ou residências, é necessário se atentar para a economia gerada pela energia solar e como isso funciona na prática. Confira a seguir como ela pode ser benéfica para todos.

Tipos de energia solar

Basicamente, existem dois tipos de energia solar disponíveis: a térmica e a fotovoltaica. Vamos conhecer as diferenças entre as duas a seguir:

Energia solar fotovoltaica

Imagem de homem fazendo instalação de painel de energia solar

A energia solar fotovoltaica é obtida através da transformação da luz do sol em energia elétrica. Isso é feito por meio de células fotovoltaicas, que são dispositivos que convertem a luz do sol em corrente elétrica.

Tais células fotovoltaicas são feitas de materiais semicondutores, como o silício, por exemplo. Quando a luz solar atinge as células fotovoltaicas, os elétrons são liberados dos átomos e começam a fluir, criando corrente elétrica.

A energia fotovoltaica pode ser utilizada para gerar eletricidade para residências, empresas e indústrias. Ela também é conduzida para alimentar dispositivos eletrônicos, como telefones celulares e laptops.

Energia solar térmica

A energia solar térmica se dá na utilização do calor do sol para fins de aquecimento, como da água ou de ambientes específicos.

Nesse sentido, a energia térmica pode ser obtida por meio de coletores solares, que são dispositivos que captam a energia solar e a transferem para um fluido. O fluido aquecido pode ser utilizado em residências e empresas.

Aqui estão os principais benefícios da energia solar:

  • Renovável: isso significa que a energia não se esgota com o uso;
  • Limpa: a energia solar é uma fonte de energia limpa, o que significa que não emite poluentes. A geração de energia não produz gases de efeito estufa, fuligem ou outros poluentes atmosféricos. Isso pode ajudar a melhorar a qualidade do ar e a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, que contribuem para as mudanças climáticas;
  • Silenciosa: a energia solar é uma fonte silenciosa, o que significa que não produz ruído. Isso pode ser uma vantagem em áreas residenciais ou comerciais onde o ruído é uma preocupação;
  • Segura: é uma fonte de energia segura, o que significa que não apresenta riscos de incêndio ou explosão. Os sistemas de energia solar são projetados para serem seguros e confiáveis.

Economia

A energia solar é econômica de duas maneiras:

  • Redução de custos de energia: os sistemas de energia solar podem gerar eletricidade por menos do que o custo da energia elétrica da rede. Isso ocorre porque esta é uma fonte de energia gratuita e abundante.

Por exemplo, um estudo da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA) concluiu que o custo da energia solar fotovoltaica caiu 80% nos últimos 10 anos. Isso significa que a energia solar agora é uma opção mais acessível do que nunca.

  • Valorização do imóvel: a instalação de um sistema de energia solar pode aumentar o valor de um imóvel entre 3% a 6%. Isso ocorre porque os compradores estão cada vez mais interessados em imóveis com energia solar.

Os sistemas de geração solar fotovoltaica instalados em residências podem ser declarados no Imposto de Renda como sendo benfeitorias feitas no imóvel. Isso aumenta o valor do imóvel e ajuda a reduzir a base de cálculo do imposto, caso ele precise ser vendido no futuro.

Além disso, muitos governos oferecem subsídios e incentivos para a instalação de sistemas de energia solar. Esses incentivos podem tornar a energia solar mais acessível.

A energia solar é uma fonte de energia que pode oferecer economias significativas para residências, empresas e indústrias. À medida que os custos da energia solar continuarem a cair e a tecnologia da energia solar continuar a se tornar mais eficiente, a energia solar se tornará uma opção ainda mais econômica.

Isenção de ICMS

A isenção de ICMS para instalação de energia solar é um incentivo fiscal que tem como objetivo promover o desenvolvimento da geração distribuída de energia solar no Brasil.

O ICMS é um imposto cobrado sobre a circulação de mercadorias e serviços entre Estados. No caso da energia solar, o imposto é cobrado sobre a aquisição dos equipamentos e componentes necessários à instalação do sistema.

A isenção de ICMS para instalação de energia solar foi instituída pelo Convênio ICMS nº 101/1997, do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). O convênio isenta o ICMS nas operações de importação, industrialização, comercialização e transporte de equipamentos e componentes de energia solar.

Essa isenção é válida para todos os estados do Brasil. No entanto, alguns estados podem estabelecer condições adicionais para a concessão do benefício.

Desconto no IPTU

O IPTU é um imposto municipal cobrado sobre propriedades prediais e territoriais urbanas. No caso da energia solar, o IPTU é cobrado sobre o valor venal do imóvel.

O desconto no IPTU para instalação de energia solar foi instituído pela Lei Complementar nº 158/2016, do Senado Federal. A lei permite que os municípios concedem descontos no IPTU para imóveis que instalem sistemas de energia solar fotovoltaica.

O valor do desconto no IPTU difere de acordo com a legislação municipal. No entanto, esse desconto é concedido em percentual sobre o valor venal (estimado) do imóvel.

Pensando na sustentabilidade, a energia solar é a melhor opção não só para a economia, mas também na valorização do imóvel e em descontos de impostos recorrentes.

Continue acompanhando o nosso blog para conferir mais artigos sobre o universo da arquitetura e outros assuntos relevantes!

Redação Húngaro Arquitetura

Comentários