Pesquisar
Close this search box.

Como criar ambientes que estimulem a leitura?

Por em
Como criar ambientes que estimulem a leitura?

O aprendizado é algo primordial na vida de qualquer pessoa, principalmente nos primeiros anos de estudo. Mas apesar de importante, nos tempos atuais, aprender torna-se um desafio, já que estudantes estão cercados por estímulos digitais, como smartphones, games, etc. Ou seja, cada vez mais, é necessário deixar a escola mais atrativa e a arquitetura pode ajudar nessa tarefa.

Quanto mais atraente e funcional o design, melhor. Mais interessante será para o aluno e para o professor. Isso porque, todos se sentirão acolhidos em um espaço de estudo leve, que proporciona contato com a tecnologia e que estimula o estudante a pensar em soluções.

Neste artigo, você vai saber como o design e a arquitetura são importantes para o aprendizado, por meio de ambientes que estimulem a leitura e o conhecimento.

Arquitetura que estimula a leitura

Cada ano que passa, incentivar a leitura entre crianças e adolescentes é desafiador. Por isso, é necessário criar meios para que os jovens sintam vontade de ler. Os espaços multiusos e as bibliotecas são locais próprios para realizar trabalhos que envolvam leitura e atividades interativas, como contação de história e uso de ferramentas tecnológicas .

Entretanto, esses espaços não podem ter o mesmo design de há alguns anos. É necessário estimular o aprendizado. As salas de leituras e bibliotecas devem contar móveis flexíveis e de uma arquitetura aberta e acolhedora. O design convidativo tem como objetivo oferecer bastante espaço para os jovens interagirem entre si.

Tudo é importante e cada detalhe faz a diferença. No projeto, os tipos de mesas, cadeiras, revestimentos tornam o ambiente mais aconchegante, inclusivo e divertido.

Veja as nossas dicas para uma arquitetura que estimule a leitura:

Aproveite os espaços

Para fazer uma sala de leitura, biblioteca ou espaço multiuso é fundamental identificar as necessidades de cada projeto para planejar tudo de forma detalhada. Antes de iniciar o projeto, o arquiteto precisa de algumas informações importantes para elaborar um ambiente apropriado para atender a diferentes públicos. Entre os dados estão:

  • Quantidade de estudantes;
  • Idades dos alunos que serão atendidos;
  • Disciplinas que vão trabalhar no espaço multiuso, biblioteca e sala de leitura;

Com essas informações em mãos, agora é hora de definir prazos, orçamentos e metas para a conclusão da área de aprendizagem.  O espaço deve ser capaz de atender as demandas da escola e ter materiais apropriados para que os professores possam realizar suas atividades educacionais com sucesso.

Contrate um escritório qualificado

Para que o seu projeto tenha qualidade e cumpra a finalidade, é importante contratar quem entende do assunto. Contar com uma equipe de arquitetos garante um bom serviço na instalação de bibliotecas e espaço multiuso.

Profissionais especializados vão criar um espaço educacional único e otimizado. Nestes projetos, o layout deve considerar diversos fatores como circulação, iluminação natural, ventilação e acústica, entre outros.  Considerar esses pontos é tornar as áreas funcionais, acolhedoras e atraentes, promovendo o estímulo à aprendizagem.

Espaços multiusos

Modernizar os espaços atrai a atenção dos estudantes e estimula a interação. O espaço multifuncional é ideal para todo tipo de atividade educacional e deve ter um layout inclusivo para que os estudantes se sintam acolhidos.

Por ser multi, o espaço deve ter locais que possam realizar diferentes atividades, como contação de história, estudos em grupo, entre outros. Além das tarefas em grupo, o espaço multiuso precisa ter um espaço individual para leitura e estudos. Afinal, muitos jovens usam bibliotecas para estudar e o local deve ser adequado para que eles se concentrem.

O espaço multiuso pode conter também ferramentas tecnológicas que estimulem a leitura e atraia os jovens para os estudos. 

Móveis personalizados

Pode até não parecer, mas o mobiliário é importante para estimular a leitura e o aprendizado. Por isso, os móveis devem ser personalizados e funcionais. Além disso, esses equipamentos permitem que os professores usem a criatividade para oferecerem aulas divertidas.

Área multiuso - HackLab
Área multiuso – HackLab

Entre os móveis utilizados para espaços de leituras, os arquitetos costumam optar por mesas e cadeiras ergonômicas confortáveis. Elas são essenciais para longas sessões de leitura e estudo. Além disso, é preciso instalar prateleiras com altura adequadapara todos os tipos de alunos.  As áreas de leituras também podem contar com poltronas e almofadas confortáveis. Isso vai estimular a ida dos jovens à biblioteca ou salas de leitura.

Cores fazem a diferença

Selecionar a paleta de cores também é importante para manter a concentração dos alunos na leitura.  É necessário adotar tons que proporcione um ambiente acolhedor e estimulante. Entre as cores mais utilizadas estão aquelas mais suaves, que transmitem calma. 

As cores vibrantes também podem fazer parte do projeto arquitetônico. Para não errar, use amarelo e vermelho para deixar o espaço mais interessante. Saber escolher a combinação de cores é essencial, porque influencia no humor e no interesse pela leitura.

Tecnologia é essencial

O espaço de leitura e multiuso também precisam de tecnologia para atrair os estudantes e tornar os estudos ainda mais enriquecedores.  Para isso, o espaço deve ser equipado com  tomadas, disponibilizar internet e outros recursos digitais, como computadores, tablets, entre outros. Permitir que os alunos acessem informações online, facilita o aprendizado. No espaço, eles podem fazer pesquisas e aprofundar os seus estudos. 

Redação Húngaro Arquitetura

Comentários