Retrofit: quais os benefícios e a economia gerados?

Por em
Retrofit: quais os benefícios e a economia gerados?

Com o passar dos anos, os imóveis precisam de uma revitalização ou reforma total, principalmente aqueles imóveis antigos de valor histórico. Há muitas técnicas que podem ser usadas com objetivo de deixar o ambiente renovado. Entre essas está o retrofit, método que dá uma aparência nova  à casa ou outras edificações sem mexer na arquitetura original.

Essa é uma técnica utilizada por escritórios de arquitetura, porque oferece uma série de benefícios. A primeira delas é a redução de custos. Isso porque as melhorias implementadas não vão alterar a estrutura do prédio. 

Entre as ações realizadas estão: melhorias no telhado, conforto térmico, readequações do ambiente, modernização do sistema de iluminação, implementação de novas tecnologias, entre outros. Ou seja, o retrofit não se preocupa apenas com a estética do ambiente, mas oferece mais funcionalidade. 

Qualquer imóvel pode fazer retrofit?

O retrofit é uma forma de renovar o ambiente sem alterar as suas características originais e pode ser feito em todos os tipos de edificações, sejam educacionais, comerciais, industriais ou residenciais. 

A técnica surgiu no continente europeu com a finalidade de reformar prédios históricos, dando um ar moderno ao mesmo tempo que se preserva a arquitetura. O método consiste em utilizar tecnologias e diferentes tipos de materiais para proporcionar modernidade, maior funcionalidade, corrigir problemas na estrutura 

Aliando tecnologia e materiais, ela consegue levar um aspecto estético diferente, além de corrigir problemas estruturais, mas sempre com o cuidado de manter o estilo da edificação, principalmente prédios tombados. 

Essa técnica chamou tanta atenção que se espalhou pelo mundo, inclusive no Brasil. O país conta com escritórios de arquitetura especializados em retrofit. 

Além de imóveis históricos, muitas indústrias contratam arquitetos para desenvolverem projetos de revitalização usando a técnica retrofit. Um dos motivos de optar pela modalidade é a sustentabilidade, porque reduz resíduos e garante demolições controladas, caso seja necessário. 

Diferenças entre retrofit e reformas

Muita gente pode imaginar que retrofit e reforma são sinônimos, mas a verdade é que as técnicas são bastante diferentes. Enquanto o retrofit tem como principal preocupação manter a arquitetura original e a sua característica histórica, por sua vez, a reforma não tem essa prioridade. 

No retrofit, os profissionais especializados utilizam materiais mais atuais para modernizar a parte elétrica, hidráulica e o sistema de refrigeração. Eles também vão se preocupar com a correção de problemas estruturais, oferecendo maior segurança e acessibilidade.

Na reforma o objetivo não é preservar o estilo da edificação, mas criar novos ambientes e alterar a arquitetura. Outro objetivo é transformar um ambiente, dando-lhe uma nova função.

Etapas do retrofit

Por ter o objetivo de preservar, o retrofit é um processo minucioso e que consiste em muitas etapas. Tudo é feito pensando na sustentabilidade e no valor histórico ou afetivo do patrimônio. 

Para que o projeto mantenha a originalidade, mas sem abrir mão da modernidade, os arquitetos devem cumprir cada etapa. São estas:

  • Caso precise, demolir de forma controlada. Isso ocorre quando o projeto define que nem todas as estruturas precisam ser aproveitadas. Em alguns casos, a decisão se dá devido ao estado de deterioração.
  •  Reforçar a estrutura, com a finalidade de garantir segurança durante a obra.
  • Usar tapumes e barracões na fase da obra para fechamento. 
  • Fazer acabamentos de qualidade priorizando a estética da edificação.
  • Implantar instalações elétricas, hidráulicas, telefonia e de internet modernas, modernizando os ambientes. 
  • A instalação do sistema de refrigeração também faz parte da modernização da edificação, caso seja necessário.
  • No retrofit, também é possível substituir pisos e revestimentos sem alterar as características originais do patrimônio. 
  • A fachada também é um ponto importante e deve ser renovada levando em consideração a sua arquitetura original. 

Vantagens de optar pelo Retrofit

Há muitas vantagens quando um proprietário opta pelo método retrofit para deixar o seu espaço mais moderno conservando a arquitetura. Esse tipo de projeto não é adotado apenas em edificações históricas e tombadas por órgãos governamentais, entretanto, pode ser realizada em qualquer tipo de imóvel. 

Entre os benefícios do retrofit estão:

Redução de custos

Essa pode ser considerada a primeira vantagem do retrofit. Reduzir custos é um dos motivos que tornou essa técnica muito utilizada no Brasil. A depender do estado do imóvel, a economia de materiais é significativa. Em comparação com construção do zero, os custos são bem mais atrativos. 

Gasta-se muito mais construindo do zero ou reformando, do que um projeto retrofit. 

Sustentabilidade

Ser sustentável está se tornando algo essencial no mundo atual. Por isso, o projeto retrofit é ideal para quem busca sustentabilidade. Além de reduzir os resíduos, é possível adotar materiais eco-friendly. 

Segurança

Para prédios antigos, o retrofit oferece também maior segurança, já que estruturas são reforçadas e instalações elétricas e hidráulicas são renovadas. 

Modernização

Edificações com retrofit são renovadas e modernizadas com a garantia de ter a sua arquitetura original preservada. Muitos paíse adotaram a técnica, como solução para preservar patrimônios históricos. Entre os exemplos que podemos citar estão a Pinacoteca e o Edifício Martinelli, ambos em São Paulo. 

Se você quer manter as características da sua propriedade, procure um escritório de arquitetura especializado em retrofit.

Redação Húngaro Arquitetura

Comentários