Acessibilidade na escola: desafios e perspectivas

Por em
Acessibilidade na escola: desafios e perspectivas

A educação é um direito de todos. Nesta etapa da vida, aprendemos a interagir com novas vivências, pessoas e o conhecimento. E quando se fala em acessibilidade na escola, os padrões precisam ser ajustados para receber as crianças e atender às suas necessidades.

Por esta razão, muitos projetos escolares são voltados para a acessibilidade não só de alunos, mas também de professores, funcionários, pais, já que esse é um vínculo ativo nas instituições educacionais do Brasil.

Neste artigo, você saberá como deve ser um projeto de acessibilidade e quais os pontos mais importantes para que ele realmente funcione na prática. Continue a leitura!

Barreiras para a implantação da acessibilidade

Apesar de extremamente importante, a acessibilidade na escola ainda encontra barreiras para a sua total implantação:

  • Falta de verba vinda de governos (no caso das escolas públicas);
  • Dificuldade de adquirir materiais e mobiliários compatíveis com a necessidade das crianças e adolescentes.

Nesse sentido, para se ter uma escola 100% acessível é necessário um conjunto de ações que facilitem o trabalho e façam com que de fato o projeto saia do papel.

Escola acessível e a sua importância na sociedade

Seja ela particular ou pública, a questão mais importante é que as crianças precisam ir à escola, elas merecem interagir e se ambientar em um espaço estudantil seguro e preparado para recebê-las.

A acessibilidade no Brasil é regulamentada pelo Decreto Federal 5.296/2004 e a Lei Brasileira de Inclusão nº 13.146, que garante o acesso e a inclusão da pessoa portadora de deficiência tanto em escolas, como em locais de serviço, hospitais, etc. 

Já todos os parâmetros construtivos de aplicação são regidos pela Norma ABNT NBR 9050/2020 que trata sobre acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos e estabelece critérios e parâmetros técnicos a serem observados quanto ao projeto, construção, instalação e adaptação do meio urbano e rural, e de edificações às condições de acessibilidade.

Além da acessibilidade, precisamos ressaltar o trabalho das professoras que lidam com crianças e adolescentes especiais e que necessitam de materiais específicos para elas, bem como mesas, cadeiras e outros espaços na escola.

Escrita em braile

Qual é a acessibilidade ideal em uma escola?

Uma escola inclusiva é aquela preparada para receber os alunos de forma completa, com toda a estrutura física e educacional necessária para o seu desenvolvimento, que conta com:

Sistemas de iluminação de emergência

Em toda construção, é necessário instalar sistemas de iluminação de emergência, garantindo a segurança de todos caso aconteça algum vendaval e chuvas fortes.

Sinalização tátil no piso, paredes com barras de segurança

Para garantir a mobilidade e acessibilidade de alunos e professores em uma escola, é necessário implantar sinalização tátil nos pisos para os portadores de deficiência visual, bem como paredes com barras de segurança, facilitando o dia a dia dos alunos e professores na escola.

Rampas e Plataformas de elevação para pessoas com a mobilidade reduzida

A inclusão traz para o ambiente escolar diversas vivências de pessoas com deficiências físicas e visuais, mas também aquelas com mobilidade reduzida. A escola pode então criar rampas ou adaptar plataformas de elevação motorizada para atender essas necessidades.

Elevadores acessíveis

Assim como a plataforma acessível para pessoas motorizadas, a instalação de elevadores que dão acesso por exemplo, do estacionamento para os demais andares do prédio. A criação de rampas também facilita o acesso de alunos, professores e funcionários pela escola.

Móveis e materiais próprios para ensino em sala de aula

Por receber diversos alunos em sala de aula, os professores precisam ter acesso a materiais sensoriais, que emitem ruídos ou que estimulem os sentidos das crianças e adolescentes que possuam alguma deficiência física, intelectual, mental ou mobilidade reduzida.

Além disso, as portas das salas, dos banheiros e portões precisam ter uma largura mínima de pelo menos 80cm, tamanho ideal para passar uma cadeira de rodas, por exemplo. 

Benefícios da acessibilidade nas escolas

A sociedade só tem a ganhar com uma escola pautada na acessibilidade. Além da inclusão, as crianças e os adolescentes terão acesso à educação de forma completa, suprindo as necessidades deles por completo.

A partir daí, excelentes profissionais serão formados para o futuro, pessoas que entendem as suas limitações, mas que podem chegar muito longe no seu desenvolvimento social, psicológico e cognitivo.

Nesse sentido, empresas, escolas, instituições e governos precisam caminhar juntos. A promoção de ações que levam acessibilidade para a sociedade precisa ser contínua, uma parceria que dura por toda a vida.

Gostou do conteúdo? Acompanhe o blog da Húngaro Arquitetura para conferir mais artigos relevantes para você! 

Redação Húngaro Arquitetura

Comentários