Como incluir práticas de sustentabilidade no dia a dia da sua escola?

Por em
Como incluir práticas de sustentabilidade no dia a dia da sua escola?

A sustentabilidade é um assunto que está sempre em alta, afinal, estamos sempre consumindo e produzindo algo. Tendo a natureza como fonte principal dos nossos recursos, é necessário não só promover ações de conscientização sobre o tema, mas também aplicá-las no dia a dia.

A escola, por exemplo, como parte importante de nossa sociedade, precisa abrir caminho para a adoção de novas medidas de sustentabilidade e preservação da natureza. Neste artigo você vai saber como isso funciona na prática. Continue a leitura!

Como a escola pode ser sustentável?

Primeiramente, listando ações para cortar o desperdício no dia a dia da escola. Por exemplo, luzes acesas sem necessidade, torneiras abertas por muito tempo, vazamentos em tubulações, ar condicionado, e muitos outros itens que a longo prazo impacta o meio ambiente.

E este por ser um lugar onde circulam várias pessoas, é normal que haja maior gasto de água, luz e outros materiais de uso contínuo, tais como, papéis, copos plásticos descartáveis, produtos de limpeza, lixo em alto volume, etc.

Por isso, cada escola precisa tomar consciência para reduzir o desperdício de forma a promover a sustentabilidade entre professores e estudantes. Afinal, cada um precisa fazer a sua parte para dar certo.

Medidas práticas para promover a sustentabilidade na escola

A diretoria da escola, em parceria com a administração e os professores, poderá planejar e comandar uma série de medidas práticas para promover a sustentabilidade e eliminar o desperdício no ambiente estudantil.

Em seguida, essas ações serão implementadas juntamente com os alunos e expandidas para as suas famílias, impactando toda a comunidade e a sociedade no geral. Os estudantes serão levados a entender a importância de se cuidar da natureza e dos recursos disponíveis de maneira mais consciente.

Nesse sentido, podemos listar as ações em duas etapas: as que serão implantadas imediatamente, e aquelas que serão aplicadas ao longo do tempo:

Ações para o agora

  1. Eliminar vazamentos de água em toda a escola, seja nos banheiros (em torneiras, vasos sanitários, encanamento) cozinha , jardins, etc;
  2. Analisar todos aparelhos ou eletrodomésticos na escola que estão consumindo mais energia do que o necessário;
  3. Disponibilizar a coleta de lixo por cores para fazer o descarte correto dos resíduos sólidos, orgânicos, metais, papeis, etc.;
  4. Conscientizar alunos e professores através de cartazes reciclados sobre a importância de se economizar papel, bem como os materiais escolares do dia a dia. Ao invés de imprimir tudo, que tal digitalizar ou colocar as crianças para fazer algo no computador da escola?
  5. Utilizar iluminação com sensores de movimento nas áreas que sejam possíveis de se aplicar;
  6. Realizar a manutenção ou limpeza dos ar condicionado e ventiladores;

Ações a médio prazo

7. Trocar as lâmpadas convencionais nas salas de aula, pátios e espaços abertos pelas de LED, garantindo uma economia de cerca de 80% na conta de energia elétrica;

  1. Implantar ações de economia e gerenciamento dos alimentos preparados para o lanche das crianças, evitando sobras e desperdícios.
  2. Reciclar materiais, móveis e espaços, otimizando o tempo e os recursos da escola;
  3. Convidar especialistas para realizar palestras, trazendo temas sobre sustentabilidade aos alunos, bem como atividades educativas;
  4. Reduzir o uso de papéis na administração e também em sala com o uso de dispositivos como tablets;
  5. Criar aberturas nas janelas para aproveitar a luz e a ventilação natural por mais tempo;
  6. Cultivar uma horta coletiva onde os alunos poderão plantar e colher vegetais, frutas e hortaliças.

Contato com a natureza

Além de todas as ações que listamos anteriormente, esta, com certeza, é de grande importância: deixar que os alunos tenham contato com a natureza.

Se a cidade ou município conta com parques ou espaços verdes, é uma boa iniciativa fazer um passeio com as crianças e adolescentes, reforçando-lhes a importância de:

  • Preservar a natureza;
  • Entender de onde vêm os recursos que utilizamos;
  • Dar valor a tudo o que nos rodeia: água, ar, natureza;
  • Levar esse conhecimento para a família, conhecidos e amigos;
  • Formar estudantes conscientes da importância de se preservar a natureza.

A sustentabilidade precisa ser um tema abordado diariamente nas escolas, de forma natural e frequente. Com isso, uma nova cultura será estabelecida, de jovens que se preocupam com o meio ambiente e assim formarão uma sociedade mais sustentável.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o blog da Húngaro Arquitetura para conferir mais artigos com informações relevantes para você.

Redação Húngaro Arquitetura

Comentários